Notícias Adams Associados

 

 

05/07/2010 - homem do povo já não acredita mais na Justiça penal
O magistrado apresenta levantamentos estatísticos realizados em processos criminais do TRF-4, com enfoque nos casos em que os réus deixaram de ser punidos porque não foram denunciados ou condenados dentro dos prazos legais. Sem desmerecer a importância do instituto da prescrição como instrumento jurídico destinado a evitar a eternização dos conflitos, Brum Vaz avalia que sua “ocorrência quase patológica” é “sintomática da escassa efetividade da justiça penal, aproximando-se mesmo de uma falsa promessa de tutela dos valores prezados pela sociedade brasileira”. Fonte: www.espacovital.com.br

 

Clique e confira nossas novidades anteriores